Feira Zero Grau gera otimismo no mercado

Com as expectativas de aquecimento da economia no último trimestre do ano, momento quando vai acontecer a primeira feira presencial de calçados neste ano, fabricantes já projetam um movimento acima do normal em relação a qualquer outro evento setorial. É nesta esteira que vai acontecer a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios,  de 15 a 17 de novembro, nos pavilhões do Serra Park, em Gramado (RS). “É com esta lógica que estamos trabalhando nos bastidores da feira para organizar um palco que abrace todas as expectativas tanto as emocionais, de um primeiro reencontro, como as comerciais que vão colocar frente a frente indústria e varejo com coleções específicas para o final de ano e para os primeiros meses do ano que vem”, diz Frederico Pletsch, diretor da Merkator Feiras e Eventos, promotora da feira.

– Estamos otimistas com a feira e apontamos duas situações distintas: com a vacinação avançando, acreditamos que, em novembro, uma grande maioria dos profissionais do setor já estarão imunizados com a segunda dose, oferecendo uma segurança para o retorno aos eventos presenciais. Este será um momento impar em nossa cadeia produtiva”, diz Sérgio Bocayuva, CEO da Usaflex. Em seu segundo apontamento, ele acrescenta que sua empresa terá uma atuação forte e diferenciada. “Estamos apostando nesta realidade e vamos levar para a feira 50% a mais de lançamentos do que costumamos expor em eventos. Percebemos que a economia já está voltando e em novembro o movimento será praticamente igual ao período pré-pandemia”, ressalta o empresário.

Zero Grau 2020 – Crédito: Dinarci Borges

Também a presença de micro e pequenas empresas será relevante na feira, diz Marco Aurélio Copetti, gerente regional Sinos, Cai e Paranhana do SEBRAE/RS. Ele sublinha que a pandemia “reduziu o mercado, o setor se tornou cada vez mais competitivo com custos mais impactados. E por isto, a recuperação vai ser mais lenta, o nível de interação dessa pequena indústria com o mercado de varejo vai ser desafiador.  Para ele, a Zero Grau – Feira de Calçados e Acessórios vai marcar o início desta recuperação do setor, mas principalmente para as micro e pequenas indústrias. Já estamos trabalhando fortemente a marca Estação Moda Rio Grande do Sul” enfatiza Copetti. Ele complementa anunciando novidades: “não apoiaremos apenas o Estação Moda Rio Grande do Sul, como é de praxe na nossa metodologia. Nós já temos uma negociação muito forte com a Merkator, grandes parceiros, e vamos apoiar outras micro e pequenas indústrias no sentido de trazer pujança ao setor neste momento tão importante que estamos atravessando”, finaliza.

Para ilustrar estas opiniões, seguem algumas marcas já confirmadas na feira que sustentam estas expectativas. De calçados femininos estão: Bebecê, Werner e Cecconello, de calçados masculino: Ferracini, Pegada e Democrata, de calçados infantis: Molekinha, Bibi e Kidy, de calçados esportivos: Mormaii, Fila e Dalponte e de acessórios: Rafitthy, Petite Jolie e Linea Bella. Todas as demais marcas presentes até agora estão no site: www.feirazerograu.com.br

PARCEIROS QUE VISUALIZAM A NECESSIDADE DO MERCADO – Zero Grau conta com o apoio do Sindicato da Indústria de Calçados de Estância Velha, Sindicato da Indústria de Calçados de Ivoti, Sindicato da Indústria de Calçados de Igrejinha, Sindicato da Indústria de Calçados de Novo Hamburgo, Sindicato da Indústria de Calçados de Parobé, Sindicato da Indústria de Calçados de Sapiranga e Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas.                           

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s